Prefeitura de Gurupi

Saúde de Gurupi chama pessoas acima de 45 para prevenção e controle das hepatites virais

14/07/2017 divulgação/net

 

A Secretaria da Saúde de Gurupi faz um chamamento às pessoas acima de 45 anos para a prevenção e controle das hepatites virais. O teste rápido está disponível em todas as Unidades Básicas de Saúde (UBS), mas, neste mês de julho, as ações serão intensificadas e concentradas na Policlínica (Rua 5-Centro) com vacinação, diagnóstico  e entrega de insumos, das 7 às 12 horas, de segunda a sexta-feira.

 

De acordo com o Ministério da Saúde, três milhões de brasileiros estão infectados pela hepatite C, mas não sabem que têm o vírus. A Organização Mundial de Saúde (OMS) estima que cerca de 3% da população mundial, seja portadora de hepatite C crônica.

 

“É de suma importância a prevenção e o diagnóstico precoces porque as hepatites virais são as principais causas de câncer no fígado” – alerta Eurídice Saraiva, coordenadora do Serviço de Atendimento Especial SAE/DST/AIDS/Hepatites Virais da Secretaria Municipal de Saúde.

 

 

Sintomas


 

Desafio


De acordo com o secretário da Saúde, Vânio Rodrigues, “a falta do conhecimento da existência da doença é o grande desafio, por isso a recomendação é que todas as pessoas com mais de 45 anos de idade façam o teste gratuitamente em qualquer posto de saúde e, no caso positivo, façam o tratamento que está disponível na rede pública de saúde” – afirma o secretário.

 

Julho


Julho foi adotado pelo Ministério da Saúde e pelo Comitê Estadual de Hepatites Virais como o mês de luta e prevenção das hepatites virais. Isso não significa que a prevenção à doença deva ser menor nos demais meses do ano, muito pelo contrário, a cada dia deve-se aumentar a atenção porque as hepatites virais são as principais causas de câncer no fígado.

 

Hepatites


Grave problema de saúde pública no Brasil e no mundo, a hepatite é a inflamação do fígado. Pode ser causada por vírus, uso de alguns remédios, álcool e outras drogas, além de doenças autoimunes, metabólicas e genéticas. São doenças silenciosas que nem sempre apresentam sintomas, mas quando aparecem podem ser cansaço, febre, mal-estar, tontura, enjoo, vômitos, dor abdominal, pele e olhos amarelados, urina escura e fezes claras.