Prefeitura de Gurupi

Três irmãos da Casa de Passagem de Gurupi são adotados e formarão família em Itu (SP)

01/03/2018 Lino Vargas/Secom

Nesta quinta-feira (01), um momento especial foi realizado no abrigo institucional de acolhimento de 0 a 18 anos (Casa de Passagem) de Gurupi, a adoção de três irmãos adolescentes. Uma mistura de sentimentos, entre os quais alegria, gratidão e saudade, marcaram a despedida e o início de uma nova etapa na vida da família.

 

Rosana Aparecida, assistente social, veio de Itu (SP) para adotar o trio, sendo um casal de gêmeos de 12 anos e o irmão mais velho de 14 anos. Os irmãos V.F.S., V.F.S. e I.F.S. estavam no abrigo desde 2009, quando foi criada a casa de passagem em Gurupi. Rosana soube dos três adolescentes por meio de um grupo de adoção em uma rede social, onde há trocas de experiências sobre o tema e resolveu adotá-los.

 

“Penso em adoção há bastante tempo, não por não poder ter filhos biológicos, mas pelo ato em si, quando eu soube dos três, eu disse: são eles que eu quero. Quando se pensar em adoção, não se deve pensar somente nos seus sonhos e interesses, mas deve-se pensar também na necessidade do outro, pois existem tantas crianças e adolescentes que precisam de uma família, de carinho, de amor, de serem vistos”, afirmou Rosana.

 

A Coordenadora da Casa Licemara Cardoso, ressaltou a importância da adoção tardia, que é aquela feita quando as crianças já estão com idade avançada ou já se tornaram adolescentes, pois é menos comum. Na casa de passagem de Gurupi é a terceira adoção tardia realizada.

 

“Hoje a sensação é de dever cumprido e alegria ao ver que ainda há pessoas de coração grandioso em nosso país. Vendo essa adoção tardia de três adolescentes, tanto eu como os funcionários ficamos agraciados com esse carinho da Rosana em sair de Itu para buscar os três irmãos aqui. Nós cuidamos deles durante quase nove anos, foram meninos de ouro e nos sentimos gratos pela oportunidade na vida que eles vão ter”, relatou Licemara.

 

O Secretário Municipal de Assistência Social Dida Moreira agradeceu aos colaboradores pelo trabalho desenvolvido na Casa de Passagem de Gurupi, que torna o abrigo um referencial no Estado, cuidando das crianças que perderam o convívio do seio familiar e deu importância ao papel de Rosana. “Eu creio que a Rosana fará muito bem o papel de mãe e dará continuidade na formação destes adolescentes com muito amor e carinho e fará deles cidadãos de bem”, disse Dida.

 

Rosana chegou a Gurupi na última segunda-feira (26) e retornará com os três filhos para Itu nesta sexta-feira (02). Com a saída dos três irmãos, a Casa de Passagem contará com oito crianças.

 

Fernando Vieira/Secom