Prefeitura de Gurupi

1º Fórum Comunitário do Selo UNICEF foi realizado em Gurupi

29/06/2018 Marcos Veloso/Secom

A Prefeitura de Gurupi, por meio da Secretaria Municipal do Trabalho e Assistência Social e em parceria com o Conselho Municipal do Direito da Criança e do Adolescente (CMDCA), realizou nesta sexta-feira (29), o Fórum Comunitário do Selo UNICEF. O evento ocorreu no auditório da Escola Municipal Antônio Lino de Souza.

 

Segundo o Secretário Municipal do Trabalho e Assistência Social Silvério Taurino (Dida Moreira), o Selo UNICEF é uma iniciativa do Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF) que tem o intuito de garantir os direitos e melhorar a vida das crianças e adolescentes no município.

 

“Gurupi já foi aprovado com o Selo Unicef na edição 2013/2016 e estamos trabalhando para garantirmos novamente o selo na edição 2017/2020, isso mostra a preocupação da gestão do Prefeito Laurez Moreira com a qualidade de vida das crianças e adolescentes do município, buscando sempre colocar em prática, políticas públicas que garantam seus direitos”, afirmou Dida Moreira.

 

A Presidente do Conselho Municipal do Direito da Criança e do Adolescente (CMDCA), Vanderlene Dias, explicou que o fórum reúne a sociedade civil para discutir e aplicar as políticas públicas voltadas para a educação, saúde e assistência social da criança e do adolescente. “A aplicação dessas políticas não só garantem o selo como também mostram para a comunidade o compromisso do município com a qualidade de vida das crianças e adolescentes”, explicou Vanderlene.

 

Como funciona o Fórum


A realização do 1º Fórum comunitário é uma das atividades previstas pela metodologia da edição 2017/2020 do Selo UNICEF. O evento aconteceu da seguinte forma: Representantes de vários segmentos do município como a Assistência Social, Saúde, Educação e Meio Ambiente ministraram cinco palestras aos participantes sobre as temáticas que vão solucionar os 12 indicadores sociais e desafios impostos pelo Selo para atingir os objetivos propostos.

 

Depois foram formados 12 grupos que discutiram os indicadores sociais e sugeriram soluções de políticas públicas a serem praticadas pelo município para garantir os direitos e qualidade de vida às crianças e adolescentes de Gurupi.

 

Um dos palestrantes foi o mobilizador juvenil Carlos Eduardo Soares, de 19 anos, que representou a associação dos moradores do Bairro Vila São José. O jovem abordou o tema “Protagonismo juvenil”. “Eu abordei a importância da juventude de 16 a 18 anos estar votando, é uma bandeira que o selo UNICEF levantou esse ano, e eu acredito que os jovens tem papel fundamental na construção de uma sociedade melhor, pois somos o futuro do Brasil”, disse.

 

Grupos de trabalho


Os grupos de trabalho foram divididos em:

- Direito ao Registo Civil;

- Evasão Escolar;

- Programas, Serviços e Benefícios Sociais para famílias vulneráveis;

- Alimentação Infantil;

- Gravidez na adolescência;

- Pré-Natal;

- Óbito materno;

- Qualidade da Educação;

- Direito à Vida;

- Violência contra a criança e adolescente;

- Protagonismo Juvenil;

- Água e Saneamento: produzindo impactos reais e positivos na vida de crianças e adolescentes.