Prefeitura de Gurupi

Boletim epidemiológico 26/07/2020

26/07/2020 Divulgação/Secom Gurupi

O Comitê Gestor de Prevenção ao Coronavírus de Gurupi informou que até às 14h deste domingo (26), foram confirmados mais 17 novos casos de Covid-19 na cidade, informados pelo Lacen. São nove mulheres, entre 04 e 73 anos, e oito homens, entre 19 e 55 anos.

 

A Vigilância Epidemiológica da Secretaria Municipal de Saúde informou que não teve alta de isolamento domiciliar desde a publicação do Boletim anterior, mas houve alta hospitalar de dois homens, de 31 e 36 anos que estavam em hospital da rede privada.

 

Na Unidade de Pronto Atendimento (UPA), foram realizados 105 testes Swab, enviados ao Lacen, de 48 Homens com idade entre 08 e 89 anos, e 57 Mulheres, entre 19 e 89 anos. Foram realizados 40 Testes rápidos, todos negativos.

 

No Centro de Triagem foram realizados 35 testes Swab, enviados ao Lacen, de 16 homens com idade entre 17 e 82 anos, e 19 mulheres com idade entre 27 e 74 anos. Também foram realizados 23 testes rápidos, todos com resultado negativo.

 

Gurupi contabiliza neste sábado, 3.743 casos descartados, 363 casos suspeitos, 778 confirmados, destes 346 pessoas estão recuperadas, 423 em tratamento e 09 óbitos.

 

Internações

 

Estão internados no Hospital Regional de Gurupi (HRG) dois homens de 36 e 72 anos, ambos em estado moderado. Além de uma mulher de 46 anos, em estado considerado grave.

 

Na rede particular está internado um homem de 69 anos, em estado grave na UTI. Em leitos clínicos, 3 pessoas estão internadas, sendo 01 homens de 62 anos positivo, outro homem de 56 anos aguardando resultado e 01 mulher de 34 também aguardando resultado.

 

Confira o Boletim Completo.

 

Recomendações

 

O Comitê Gestor de prevenção ao coronavírus reforça que as medidas de prevenção são extremamente necessárias para evitar a transmissão principalmente aos grupos de risco. O esforço deve ser coletivo e o isolamento social deve ser priorizado. O momento não é para festividades, confraternizações, encontro de amigos e familiares, visitas, viagens, pois a atual situação exige que o isolamento social seja prioridade. Quanto menos contato com outras pessoas, menor é a chance de ser infectado pelo coronavírus. Dessa forma o cidadão irá proteger tanto seus familiares quanto outras pessoas e evitar a propagação do vírus.